Como Ter O Corpo ideal: Confira dez Regras Básicas

Treino Pra Rambo III


A maioria das pessoas tem preguiça ou arruma desculpa pra treinar abdomên. Todavia é uma musculatura de extrema importância pro nosso corpo humano, em conclusão é o que sustenta e protege a nossa coluna vertebral. Não há inevitabilidade de seguir mitos como fazer 200 abdominais para ter um abdomên de “tanquinho”.


http://www.healthytipshotline.com/the-appeal-of-fat-burning/

Todos temos músculos abdominais. Pra ter o famoso “tanquinho” é necessário que diminua o percentual de gordura, principalmente na região abdominal para que a musculatura fique evidente. Queremos fazer esse exercício no solo ou em um banco. Recordar de preservar a lombar apoiada no solo. A posição das mãos não tem tanta interferência neste exercício.


Uma pequena alteração é elevar as pernas do solo com joelhos em noventa graus. Isto faz com que a lombar apoie completamente no solo e ajude ja manter a musculatura abdominal mais contraída. Outra variação seria com os joelhos estendidos tentando tocar os pés. Um outro exercício é o da Canoa, é um exercício isométrico onde há contração da musculatura o tempo todo. Nesse caso desejamos trabalhar com tempo até a fadiga.



Uma modificação da canoa seria realizar em decúbito lateral, neste desejamos realizar de forma isométrica ou prática. O abdominal oblíquo no solo ou no banco com movimentação de tronco e pernas, tentando encostar o cotovelo nos joelhos da um pouco mais de ênfase no oblíquo abdominal. As Pranchas são ótimas para avigorar a localidade do tronco, trabalha tanto a musculatura abdominal quanto a lombar, além de braços e pernas na sustentação. Nos exercícios dinâmicos as repetições podem diversificar, contudo vamos dar início com 15 à 20 movimentos e de dois a 4 séries. Nos exercícios isométricos de trinta segundos a um minuto. De acordo com o condicionamento físico desejamos fazer esses exercícios em forma de circuito, só descansando no desfecho de todos eles.


Ao invés de perder tempo se auto-flagelando em grupos e comentários e concebendo desculpas para cultivar hábitos alimentares que não são saudáveis, retome low carb prontamente pela próxima refeição. Quanto mais você oferece sequência a refeições fora da dieta mais o hábito de comer low carb vai ficando distante. É como estar firme na academia e sair de férias por vinte dias.



  1. Dez repetições: Toque Embaixo da Perna

  2. Salte alguns centímetros, esticando os braços à frente e afastando as pernas

  3. minha página da web
  4. Faça de 8 a doze séries para o Tecido muscular Reto Abdominal e de três a 5 para os Oblíquos

  5. Falta de açúcar socorro a perder barriga

  6. 1 colher de chá de mel de abelha (7,5g)


O retorno é doído e custoso. No entanto tem que ser feito imediatamente! Ao sair dos trilhos, aproveite pra verificar o que aconteceu e para estudar mais sobre o assunto si mesmo. Foi algo relacionado a um sentimento? Que comidas ou ocorrências são o gatilho pra você perder o controle? Além da impressão de derrota pós jacada que é comum, observe se há impactos pela maneira como você se sente fisicamente. Pra retomar com tudo depois de uma jacada mais intensa ou uma sequência de jacadas, recomendo um cardápio bem essencial e low carb.


Consuma na faixa de 20-vinte e cinco gramas de carbos líquidos, com bastante ovos, saladas (priorize as folhas verdes) e carnes à vontade, independente se estiver no começo ou prontamente em manutenção. Pode ser que você sinta mais vontade de comer entre as refeições, como uma crise de abstinência emocional dos alimentos que você comeu.


Aproveite que em low carb não há controle de calorias e coma lanches low carb, ou coma ovos, que são super saciantes e completos. Dados e algumas informações sobre os temas que estou dizendo nesse post podem ser localizados em outras páginas de confiança neste local minha página da web .Mesmo que você siga a linha de não se preocupar com os números, depois de uma sequência de jacadas ou um momento fora da dieta é considerável submeter-se a um choque de realidade subindo na balança. Um dos principais fatores que me fizeram perder o controle do peso no passado foi o temor da balança: eu sabia que minha alimentação não ia bem, porém evitava me pesar.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *